ESSE É O PORQUÊ VOCÊ NUNCA FICARÁ RICO - PARTE 1

ESSE É O PORQUÊ VOCÊ NUNCA FICARÁ RICO - PARTE 1

Essa semana eu estava pensando nos maiores motivos que impedem as pessoas de terem uma vida financeira tranquila. Passei um bom tempo pensando em como eu nunca recebi educação financeira e de como isso me afetou no início da minha vida profissional. Me lembro de que pouco tempo após ter minha carteira assinada, contraí dívidas, pois eu gastava antes de ganhar e o pior.. eu gastava mais do que ganhava.
 Percebi que era impossível que eu fosse educada financeiramente visto que meus pais nunca receberam qualquer instrução de como lidar com o dinheiro. 
Para meu desgosto, enxerguei que a ignorância financeira era muito mais complexa do que se pode imaginar.
 Então me lembrei da famosa frase, "Dinheiro não traz felicidade". Com certeza quem disse isso não tinha noção do que dizia, pois se dinheiro não traz felicidade, acredito que certamente a pobreza não trará.

Atualmente 95% dos brasileiros estão endividados, não sabem como sair do vermelho e provavelmente nunca terão estabilidade financeira. O motivo? Por que fomos ensinados a CRER ERRADO.

Nosso tema principal dessa coluna será:
CRENÇAS LIMITANTES SOBRE O DINHEIRO - Esse é o porquê talvez você nunca fique rico.

O que são crenças limitantes?
São ideologias, teorias, frases, mensagens e/ou qualquer tipo de informação falsa sobre determinado assunto que te foi dito ou ensinado, ou até mesmo que você criou, e que você toma como verdade absoluta pra si. Essa crença, por ser falsa, te impede de crescer e se desenvolver naquela área. Por isso são chamadas de crenças limitantes.

Nessa primeira parte, iremos comentar sobre o INICIO DE TUDO. É praticamente impossível resolver o problema sem entender a origem dele.
Nas nossas próximas colunas, apresentarei 7 CRENÇAS LIMITANTES sobre o dinheiro e trarei algumas dicas de como se livrar de todas elas. Sim, eu tinha muitas crenças limitantes nessa área e consegui me libertar de todas. Você também consegue!

O INÍCIO DE TUDO

"Se você quer mudar os frutos, primeiro tem que trocar as raízes - quando deseja alterar o que está visível, antes deve modificar o que está invisível." ( T. Harv Eker)

Todas as nossas ações possuem uma origem e essa origem se dá da seguinte forma:

                   P --> S --> A --> R

PENSAMENTOS geram sentimentos. SENTIMENTOS geram ações. AÇÕES geram RESULTADOS. Sejam bons ou ruins, toda ação gera resultados.
Porém, muitas ações são derivadas de pensamentos e sentimentos inconscientes, e por isso, quando colhemos o resultado das mesmas, não entendemos o porquê e nem de onde veio esse resultado. 

Por exemplo, quando se aprende a andar de bicicleta! Você para de pensar em cada movimento necessário para manter o equilíbrio e simplesmente pedala. Antes que você pense no seu consciente, seu subconsciente já produz a ação que foi aprendida e repetida.

É por isso que muitas vezes as nossas crenças limitantes afastam o sucesso de nós e nem percebemos. Pois elas já estão instaladas no nosso subconsciente.
Assim, se você não gosta de chocolate, você simplesmente não come chocolate. Pois seu pensamento de que é ruim, te gera um sentimento ruim e bloqueia sua ação em comer. Se você se sente bem na academia, você pensa e sente algo bom que te gera a ação de ir á academia. E se no seu consciente ou no subconsciente você alimenta pensamentos e crenças como "dinheiro é a raiz de todo mal, sou pobre e sempre vou ser, dinheiro não traz felicidade,etc" , por que você teria ações que te trazem mais dinheiro ou te trazem o controle dele? Seria contraditório.

Então toda a sua vida financeira e sua relação com o dinheiro é proveniente de como você foi ensinado a pensar sobre ele. O início de tudo está na sua mente.

Já vou te apresentar a maior crença limitante que existe. Ela foi popularizada de uma forma tão comum e natural, que é difícil encontrar alguém que nunca tenha dito ela em algum momento da vida.

"DINHEIRO NÃO TRAZ FELICIDADE."

Essa é a pior de todas as crenças! Serve como desculpa pra quem não tem.

Eu já vi pobres felizes e pobres infelizes. Também já vi ricos felizes e ricos infelizes.

Mas o que significa a felicidade?

O conceito é bastante subjetivo, mas dá uma olhada nisso…

Uma pesquisa publicada no Frontiers In Psychology entrevistou 2.799 pessoas de 12 países diferentes para entender a definição de felicidade.

No geral, as principais respostas sobre o que mais gera felicidade foram: relações familiares, relacionamentos sólidos, boa saúde e ter o contentamento de ver os filhos crescerem fortes e positivos.

Então vamos ver como o dinheiro pode ajudar nisso:

➡Dinheiro ajuda a ter uma boa saúde, através do maior acesso a boa alimentação, práticas de exercícios físicos, melhores atendimentos e tratamentos médicos;
➡Dinheiro mantém os relacionamentos amorosos sólidos e duráveis. Sim! Segundo o livro Os Segredos dos Casais Inteligentes, do Gustavo Cerbasi, problemas financeiros são o segundo maior motivo de separação no mundo, perdendo apenas para infidelidade; ➡Dinheiro permite seus filhos crescerem fortes e positivos através da melhor qualidade de vida e de educação;
➡Dinheiro compra a liberdade de você ter o estilo de vida que deseja;
➡Dinheiro compra a liberdade para você trabalhar somente com o que gosta;
➡Dinheiro compra tempo para você fazer o que quiser com ele.

Esses exemplos te deixaram mais feliz?

Então nos encontramos nas próximas semanas para identificarmos outras crenças limitantes e falarmos sobre como se livrar delas!

Até já!